QUÍMICA FORENSE NO COMBATE A FALSIFICAÇÃO DE MEDICAMENTOS

Os métodos e os protocolos específicos, as ferramentas estatísticas e outros critérios objetivos são importantes no fortalecimento do trabalho forense como uma ciência.

Com a crescente evolução dos métodos científicos e de análise, a perícia como prova técnica tornou o processo de investigação forense cada vez mais confiável.

Nesse sentido, os estudos para a obtenção dos perfis químicos ou físicos de medicamentos falsificados fornecem informações precisas aos serviços de inteligência estratégica e operacional, subsidiam os sistemas de informações estratégicas para o combate do comércio ilícito de medicamentos, seja por falsificação, adulteração, contrabando ou descaminho.

Nesse contexto, o Curso de Química Forense no combate à falsificação de medicamentos vem contribuir para o aperfeiçoamento e a qualificação de profissionais que atuam no campo, através do conhecimento da utilização das principais metodologias analíticas e estatísticas empregadas para a determinação do perfil químico de medicamentos apreendidos, que servem como auxiliares à Química Forense.

Adicionalmente, propõe-se a estimular o espírito crítico, científico e de constante atualização de estudantes e profissionais.

 

MOTIVAÇÃO

O comércio ilícito de medicamentos é um problema mundial, representando 10% do comércio global de medicamentos, chegando a até 30% em países mais pobres.

Compreender como a determinação do perfil químico pode ser um importante aliado da Química Forense no combate à falsificação de medicamentos, contribui para o entendimento da problemática e seu enfrentamento no território nacional.

A contínua atualização dos profissionais ligados às Ciências Forenses é indispensável no combate à criminalidade e, juntamente com a Perícia Criminal, são imprescindíveis à Segurança Pública e à Justiça.

 

OBJETIVOS 

Capacitar alunos e profissionais a compreender a problemática da falsificação de medicamentos e como o emprego do perfil químico através da utilização de diferentes técnicas analíticas associadas à análise estatística multivariada auxilia a Química Forense no combate à falsificação de medicamentos; além de trazer a atualização das novas tecnologias e metodologias utilizadas para este fim.

Além disso, visa oferecer o aperfeiçoamento da formação teórica bem como qualificar profissionais para atuação nos campos da segurança pública, através do estímulo ao desenvolvimento da curiosidade científica e do senso crítico frente aos aspectos técnicos do campo da Química Forense.

 

PÚBLICO ALVO

Profissionais de nível superior, graduados nas áreas de Química, Engenharia Química, Farmácia, Biomedicina, Biotecnologia, Bioquímica, Toxicologia Analítica e/ou afins e que pretendam exercer atividades na perícia ou que já atuem neste mercado. 

 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

  • A Problemática da Falsificação de Medicamentos: Contexto Global e Brasileiro;
  • Alvos da Falsificação e Legislação Nacional;
  • Determinação do Perfil Químico;
  • Principais Técnicas Analíticas Empregadas na Análise do Perfil Químico para Elucidação e Materialização de Crimes Associados à Adulteração, Falsificação e Contrabando de Medicamentos;
  • Análise Estatística e Quimiométrica de Dados Experimentais;
  • Principais Metodologias Utilizadas para Análise de Medicamentos Falsificados como Auxiliares da Química Forense.

 

COORDENAÇÃO

 

PROFESSOR RAFAEL SCORSATTO ORTIZ

Pós Doutor em Ciências Farmacêuticas pela UFRGS com pesquisas no tema da falsificação de medicamentos, desenvolvendo metodologias analíticas que permitam detectar e rastrear medicamentos falsificados.

Perito Criminal Federal da Polícia Federal (desde 2004) atuando na área de perícias de laboratório (drogas, medicamentos, agrotóxicos, etc.) e de local de crime.

Especialização em Toxicologia Forense pelo Centro Universitário Feevale (2009).

Possui Mestrado em Ciências Farmacêuticas pela UFRGS (2003).

Possui graduação em Farmácia pela UFRGS (1998), com ênfase em Indústria de Medicamentos (2000).

Criador e docente do curso de extensão “Toxicologia Forense: Aspectos legais, métodos analíticos e aplicações” (2013).

Sua Tese de Doutorado “Perfil químico e tecnológico de medicamentos falsificados: uma abordagem estatística multivariada para os casos do Viagra e do Cialis? foi classificada em primeiro lugar no 4º Encontro Nacional de Química Forense (ENQFor), em 2014, recebendo o Prêmio Destaque Forense.

É co-autor do livro “Toxicologia Forense”, o qual foi premiado como Melhor Livro na área de Ciências Forenses (2014/2015), recebendo o Prêmio Destaque Forense, em 2016.

É membro do Comitê Gestor do INCT Ciências Forenses.

 

PROFESSORES SUBSTITUTOS

 

DRA. KRISTIANE DE CÁSSIA MARIOTTI

Pós-doutorado em Ciências Farmacêuticas (2015) pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Doutorado em Ciências Farmacêuticas (2013) pela UFRGS, Mestrado em Ciências Farmacêuticas (2010) pela UFRGS.

Possui graduação em Farmácia (2006) com ênfase em Análises Clínicas (2008) pela UFRGS.

Atualmente é Papiloscopista Policial Federal.

Tem experiência na área de Farmácia, com ênfase em Toxicologia, atuando principalmente nos seguintes temas: desenvolvimento e validação de métodos analíticos e bioanalíticos, perfil químico de drogas de abuso, estimulantes anfetamínicos, avaliação de toxicidade, análise de medicamentos falsificados, papiloscopia forense.

 

 

DRA. MAÍRA KERPEL DOS SANTOS

Pós-doutorado pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Doutorado com menção de louvor pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas da UFRGS, com período sanduíche no Departamento Forense da West Virginia University (WVU), Estados Unidos.

Mestrado em Ciências Farmacêuticas pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas da UFRGS.

Graduação em Farmácia pela Universidade de Passo Fundo (UPF), com intercâmbio acadêmico na Faculdade de Farmácia da Universidade de Santiago de Compostela, Espanha.

Possui experiência especificamente nos temas relacionados ao desenvolvimento e validação de metodologias analíticas e bioanalíticas, toxicologia, ciências forenses, análises de matrizes biológicas, suplementos alimentares, drogas de abuso e medicamentos falsificados.

Possui experiência com as seguintes técnicas analíticas: Cromatografia Líquida, Cromatografia Gasosa, Espectrometria de Massas e Espectroscopia do Infravermelho.

Responsável pelos Cursos de Cromatografia Líquida e Gasosa da ABQ-RS desde 2015.

 

AGENDA DO CURSO:

Presencial

15 horas

As aulas acontecerão em um final de semana

  • Sábado: das 8h às 18h
  • Domingo: das 8h às 13h

Curso disponível nas unidades abaixo:

MATRIZ
Anápolis – GO

E-MAIL:
contato@fta.edu.br

TELEFONES:
(62) 9 9982-4334 |  (62) 3702-4334

UNIDADES
São Paulo – SP | Florianópolis – SC | Rio de Janeiro – RJ | Belém do Pará – PA

E-MAIL:
comercial.sp@fta.edu.br

TELEFONES:
(11) 4118-3540 | (11) 99833-9329

 

Invista no seu futuro profissional!